Conif vai avaliar proposta de minuta sobre RSC para técnicos administrativos

Fonte: IFES

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) vai apreciar em sua próxima reunião, marcada para 25, 26 e 27 de fevereiro, a proposta de minuta para o Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) dos servidores técnico-administrativos. Também está na pauta a minuta de legislação para a contratação de técnico administrativo substituto. Caso sejam aprovadas, elas serão entregues ao Ministério da Educação (MEC).

As propostas foram construídas por um grupo de trabalho do Fórum de Gestão de Pessoas do Conif, com a participação de representantes dos institutos federais do Triângulo Mineiro, do Ceará, de Santa Catarina e do Espírito Santo, além de representante do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG). Pelo Ifes, a representante foi a diretora de Gestão de Pessoas, Danusa Robers.

O grupo foi formado no último ano, quando o Conif protocolou junto ao MEC um pedido para que o RSC, já válido para os docentes, fosse estendido aos técnicos administrativos. O RSC é um processo pelo qual são reconhecidos os conhecimentos e habilidades desenvolvidos a partir da experiência individual e profissional, para fins de retribuição por titulação. Em outubro de 2014, o conselho solicitou a formalização do grupo de trabalho junto ao MEC.

PARA OS SERVIDORES QUE QUEREM E PRECISAM DE CURSOS, TANTO PARA AUMENTAR SEU CONHECIMENTO, QUANTO PARA PROGRESSÃO OU RSC, EXISTEM OS CURSOS GRATUITOS DE INSTITUIÇÕES PÚBLICAS:

ESCOLA VIRTUAL SOF (Ministério do planejamento, orçamento e gestão)

ESCOLA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Anúncios

Sobre Reconstruir a Luta!

Grupo de servidores do IFPR que não concordam com a maneira com que o sindicato local e nacional são dirigidos. No SINDIEDUTEC e no PROIFES os interesses de governos e partidos políticos são colocados a frente dos interesses do servidores. As decisões não são tomadas de forma democrática e falta espaços de decisão coletiva da categoria, que é constantemente desrespeitada. Lutamos por autonomia, independência e democracia em nossas entidades. Lutamos pela garantia de nossos direitos e para avançar nas conquistas.
Esse post foi publicado em Carreira, Notícias e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s